Pro Evolution Soccer 2019

Pro Evolution Soccer 2019

por Ana Cruz

Aos 45 do segundo tempo

A Konami não vive só de pachinko ou tentativas frustradas de Metal Gear. Pro Evolution Soccer 2019 chegou no dia 28 de agosto pronto para mostrar que a empresa, apesar das polêmicas, ainda é forte no mercado. Diferente dos anos anteriores, a geração passada desta vez não foi incluída, e o título foi lançado apenas para Xbox One, PlayStation 4 e PC.

O último contato que tive com jogos de futebol foi no antigo Winning Eleven, ou melhor, com o patch do Campeonato Brasileiro de 2004. Mesmo estando tanto tempo longe, ao jogar o Pro Evolution Soccer 2019, me senti em casa. Até achei que existiam problemas nos controles, devido a alguns lances e passes errados, mas era só uma questão de acostumar com as novidades e pegar o jeito.

Opções de jogo é o que não faltam: temos a Master League, um modo Carreira, multiplayer, amistoso, treino, campeonatos (alguns oficiais e outros não) e o já consagrado My Club. Não precisa se preocupar para achar partidas online, em momento algum tivemos problemas com servidores ou demora para achar partidas.

Graficamente falando, PES 2019 não é feio. Tudo é muito polido, principalmente os estádios e uniformes, ao ponto de vermos toda a costura das camisetas ou a textura do meião. Entretanto, os rostos dos jogadores estão semelhantes às versões anteriores e alguns até conseguem ser piores. Isso provavelmente, não influenciará quem se importa apenas com o futebol, já os mais detalhistas podem achar estranho.

Colocando um volante como lateral

Como a maioria deve saber, Pro Evolution Soccer perdeu a licença de vários campeonatos importantes, como a UEFA Champions League e a Libertadores, por exemplo. Times como Real Madrid e Juventus, agora, se chamam MD White e PM Black White, respectivamente. Além disso, Cristiano Ronaldo, ou CR7 se preferir, não está na equipe italiana.

Mesmo não tendo agradado muito nos últimos anos, PES conseguiu se recuperar bem no segundo tempo. A versão 2019 deve agradar aos torcedores, apesar de improvisar nos nomes dos times mais importantes do mundo.

Até foi falado que mesmo com alguns campeonatos tendo nomes genéricos, ainda teríamos parte do Campeonato Brasileiro. Torcedores de times como São Paulo, Vasco, Palmeiras, Flamengo e Corinthians vão ficar satisfeitos, pois estes estão entre as poucas equipes com os jogadores corretos. Já quem gosta do Santos, Atlético-PR, Cruzeiro ou até da querida Chapecoense poderá torcer o nariz, pois há atletas desconhecidos, ou pior, famosos, mas com fisionomias diferentes.

Pro Evolution Soccer 2019

Essas improvisações podem incomodar aos fãs mais assíduos de futebol, mas para quem tiver paciência, há meios de consertar o “tapa buraco”. O primeiro seria pegar a listas de jogadores, times e campeonatos, mudando manualmente, ou baixar um arquivo de atualização, feito por fãs, e instalar diretamente no console.

Mais realista

A Konami diminuiu a velocidade dos jogadores, para dar a sensação de realismo. Jogadores com mais força como o Bale, do Real Madrid (MD White), não é tão veloz quanto Mbappé, do PSG. Basta jogar com um time brasileiro e, depois, um da liga espanhola, para que esse aspecto seja mais evidente. E para quem gosta, o novo PES tem a possibilidade de jogar na neve, deixando a partida mais desafiadora, principalmente no quesito velocidade – mas não se esqueça de mudar a cor da bola, para que ela não se camufle no meio da nevasca.

Pro Evolution Soccer 2019

Assim como no futebol da vida real, os times Brasileiros têm um estilo de jogo mais truncado, lento e, como se diz hoje em dia, raiz. Diferente dos times espanhóis, que são focados na velocidade, toque de bola e muita técnica. Se foi proposital ou não, a Konami conseguiu seu jogo de futebol realista.

Apesar de não ter agradado muito nos últimos anos, Pro Evolution Soccer 2019 conseguiu se recuperar bem no segundo tempo. Mesmo com jogadores mais “feios”, a jogabilidade, realismo, a beleza dos estádios, gráficos e o extra de poder escolher sua comemoração fazem com que o game ainda consiga agradar aos torcedores, mesmo quando improvisa nos nomes dos times mais importantes do mundo.

O jogo foi analisado no PlayStation 4, em cópia cedida pela Konami.

Publicidade