Melbits World

Melbits World

por Ana Cruz

Bonitinho, inocente e desafiador

2019 começou com grandes lançamentos e outros medianos, mas vindo pelas beiradas e com uma proposta de aproximar a família, Melbits World é o game coop local no qual você guarda seu DualShock 4 e usa o celular como controle, através do PlayLink.

Os personagens que dão nome ao jogo são seres fofinhos e inocentes, que precisam passar por obstáculos para manter a internet segura. Dá para jogar com até quatro amigos, conhecendo o universo do jogo e usando comandos como deslizar, girar ou inclinar o aparelho.

Não espere um enredo profundo. Afinal de contas, nem precisa disso, pois como mencionado, a proposta do game é reunir o pessoal, conectar seus celulares, passar os níveis e coletar o máximo de itens para desbloquear adesivos, acessórios e roupinhas bonitinhas para personalizar seu Melbit favorito.

A dificuldade das fases aumenta muito conforme avançamos. Para passar de nível, é preciso levar um número específico de bichinhos até o objetivo e fazer ele entrar pelo cano, literalmente! Quanto mais se avança, mais tipos de obstáculos surgem pelo caminho, além de inimigos que matam com um único ataque. Caso todos os Melbits se percam, é preciso recomeçar a fase.

Melbits World aproveita ao máximo o sistema layLink. Apesar de a conexão ser perfeita e nunca travar, alguns comandos têm resposta pouco eficaz, um problema quando a sincronia entre jogadores precisa ser perfeita.

Eles não param de andar, na verdade, você nem os controla, mas manipula o caminho que terão que seguir. É nessa quantidade de coisa para fazer que a treta pode ser plantada. Não demorou muito para que eu e minha irmã ficássemos irritadas com o jogo, pois a sincronia entre os jogadores tem que ser precisa. Um erro pode custar a vida do Melbit e isso pode ser fatal, não só pela quantidade de vidas, mas também pelo tempo que é curto, caso o jogador não pegue as ampulhetas que aparecem pelo cenário.

O jogador poderá contar também com uma boa variedade no estilo dos cenários, desde florestas coloridas até temas futurísticos. A visão panorâmica dá total liberdade para os jogadores bolarem um plano de ataque e alcançarem o objetivo com o menor tempo possível, mas lembrando que também existem presentes espalhados pelo cenário, que muitas vezes os desviam do objetivo principal.

O foco da Melbot Studios foi fazer com que seu game aproveitasse ao máximo do sistema PlayLink. Apesar de a conexão ser perfeita e nunca travar, alguns comandos têm resposta pouco eficaz, geralmente quando precisamos mexer o celular. Há a opção de trocar a movimentação do aparelho por um clique na tela, mas isso tira um pouco o charme do jogo.

Acabei perdendo muitos Melbits por conta dessa demora, seja com eles caindo na água, sendo esmagados por blocos ou descendo de uma plataforma para dar de cara com o malditinho vírus linguarudo que mata nossos bichinhos. Além do giro, tem o fato de deslizar o dedo para usar o elevador ou o tronco giratório, coisa que pode complicar ainda mais se seu aparelho tiver película de proteção.

Apesar de básico, Melbits World cumpriu o que prometeu. Mesmo com os problemas que poderão ocorrer com os controles, o game pode garantir boas horas de diversão com sua família e amigos, jogando até acabar a bateria do celular e berrando de raiva algumas vezes durante a jogatina.

O game foi analisado em cópia cedida pela Melbot Studios.

Publicidade